14 de mar de 2011

APRONTAR COM FÊMEA

Como dar fêmea a um pássaro para faze-lo render mais. É difícil mesmo gente, não há uma fórmula correta, não a um jeito infalível, pois cada pássaro é um pássaro, cada coleiro aceita ou não de um jeito peculiar e às vezes, o que funcionava em um pássaro não irá funcionar para outro. Vou passar pra vocês táticas que eu vi funcionar com pássaros de amigos meus e algumas com meus próprios pássaros.
Primeiro de tudo: Só tentar qualquer uma das dicas abaixo após o pássaro estar cantando por ele mesmo e com a muda seca. Por quê? Por que alguns pássaros podem desandar completamente se tiverem contato com fêmeas quando ainda não estão no mínimo, semi prontos. Às vezes ficam corridos, param de cantar, fazem repasse de muda ou até mesmo fazem a muda toda de novo! Isso vale para todos os pássaros? Não...Alguns só de ver a fêmea, mesmo estando em muda, se animam, se alertam e cantam. Mas essas dicas não são para esses pássaros, é justamente para os pássaros que tem um segredo, que tem aquele jeito todo chato e especial para aprontar. Lembrando também que é recomendável que a fêmea esteja pronta ou semi pronta, pois de nada adianta colocar uma fêmea que não marchetei, que não voe com ordem, ou que ao menos não pie para levantar o coleiro.
Vamos às dicas: Coloque a fêmea em uma gaiola pequena, tipo a que usamos para os coleiros machos. Coloque um ninho nessa gaiola e forneça também sizal, fibra de coco ou barba de velho para que a fêmea tenha com o que aninhar caso queira. Coloque a gaiola do macho acima da gaiola da fêmea com os mesmo complementos que colocou na gaiola da fêmea (com exceção do ninho. Alguns coleiros se assustam quando o ninho é colocado na gaiola dele, olham meios desconfiados e alguns até correm, esfriam assustados. Observe seu coleiro para ver se ele aceitará o ninho em uma gaiola tão pequena), de maneira que ele não a veja somente a escute. O ideal é colocar um prego encima do outro e colocar a gaiola do macho no prego de cima. Procure fazer isso em um local claro, pois isso estimulará os pássaros a cantarem, piarem e começarem a interagir. Não há tempo certo para deixá-los nessa posição. Depende de coleiro para coleiro, a observação ira ajudar muito nesse momento. Caso essa maneira não adiante se pode tentar encapar o macho, encapar a fêmea ou encapar os dois.
Outro jeito que existe é colocar a gaiola da fêmea ao lado da gaiola do macho. Tente colocar ele encapado e ela desencapada. Alguns coleiros se animam e respondem bem ao ver a fêmea pela capa enquanto a mesma voa em sua gaiola. Por isso é recomendável que a capa tanto dele quanto dela seja de um tecido fino, que favoreça tal visualização. Caso isso não adiante, inverta a capa e coloque nela e deixe-o desencapado. Por último pode-se tentar encapar os dois. Um fato curioso: Em vez da capa pode-se tentar colocar um compensado, um jornal ou o que seja entre eles e fazer um furinho no meio. Isso mesmo! Um furinho. Existem coleiros que gostam de ver a fêmea por esse furinho e ficam doidos. É engraçado mas dá certo em alguns casos, um dos meus coleiros só apronta assim. O furo deve ser do tamanho da unha do dedinho da mão mais ou menos. Uma maneira também é colocar a gaiola da fêmea a uma distância de 4 ou 5 metros da do macho e encapar ela (com uma capa fina!!). O ideal é que de onde ele fique tenha total visão da gaiola dela. Pode-se tentar deixar ambos desencapados também, mas nesses casos, recomendo uma distância inicial maior, talvez uns 6 metros e ir chegando mais perto dependendo da reação do coleiro. Alguns coleiros gostam de voar junto com a fêmea (Tal dica é arriscada... Dependendo da fogosidade da fêmea e do grau de aceitação dele perante o macho, ele pode acabar levando uma surra ou o contrário também pode acontecer...CAUTELA!). Nesses casos, é recomendável um voador bem grande, do tamanho do que é usado para criar canários da terra e se possível for, maior. Coloque ninho, sisal, fibra de coco, barba de velho, o que lhe convir, mas sem excessos. Solte primeiro a fêmea, deixe-a nesse voador por um dia e no dia seguinte, coloque o macho. Caso isso não de certo se pode tentar fazer o inverso, soltando primeiro ele, dando um tempo e depois ela. Explicação? A maneira como cada um demarca seu território influencia nesses casos. A grande maioria dos coleiros gosta de ver outros de sua espécie soltos, ainda mais se os que estão soltos sejam fêmeas. Pode-se tentar simular isso em um quarto (não cômodo pequeno, um quarto). Coloque a gaiola do macho pendurada, seja em um prego na parede, em um gancho no teto, o que seja. O importante é que ele não fique no chão porque pode se distrair com você ou com a proximidade do chão e ignorar a presença da fêmea. Deixe-o se acostumar um pouco no quarto, dar uns cantos de preferência e após isso entre com a gaiola da fêmea, deixe-o ver ela à distância e solte-a no quarto. Cuidado com armários, cômodas ou algo em que a fêmea possa ficar presa, o importante é não estressá-la demais pois esse procedimento se não for feito corretamente, pode ser traumático para o pássaro. O tempo varia mas não recomendo mais do que 5 minutos por vez.
Bom amigos, os jeitos e macetes que conheço são esses se não me falha a memória. Caso eu se lembre de mais algum prometo postar no Blog para conhecimento de todos vocês. No mais, é isso. Espero que essas colunas venham a ajudar bastante a todos que assim como eu gostam de criar nossos tão queridos amigos: os coleiros.


Um abraço;
Daniel Mendes
(COLEIRISTACARIOCA)
_________________
Representante no Brasil

Do melhor produto para seu pássaro
Bird Improver

_________________
Registro CTF 3059498



MEU COLEIRO NÃO ESTAR SEGURANDO FOGO DE FÊMEA???

Você devi estar colocando junto com ela na mesma gaiola, quando o melhor é vc mostra La com 1 metro a 2 de distancia com a gaiola da fêmea tendo alguma coisa que a faça sumi de vez em quando, tipo galhos de sementes verdes ou ramos ou folhas artificiais.
Ou então dando fêmea para ele com muitos dias antes dos torneios deixando o mais de um dia com a fêmea ou vendo a, fazendo com que ele entre em processo de acasalamento e assim ele demarca território onde dentro desse território ele é o cara e quando fora dele ele fica frio. O mais correto é dar fêmea no Sábado pela manhã quando chega do passeio matinal, ou seja, (1) um dia antes do torneio!!!
Bulu Papacapim

8 comentários:

  1. valeu pelas dicas,algumas eu ja sabia

    ResponderExcluir
  2. paulo disse valeu pelas dica e nota 10

    ResponderExcluir
  3. minha femea de coleiro botou e depois comeu os ovos, o que devo faser neste cazo?

    ResponderExcluir
  4. meu papa capim ta sem fogueamento nao canta na caro do outro que que eu fasso

    ResponderExcluir
  5. póxa meu coleira era tui tui zel zel ai agora depóis da muda ta dando grego e normal ou naum mais ele da umas nota de tui tui antes ele era púro ????

    ResponderExcluir
  6. meu papa capim nao canta na cara de outro e nao gosta de femea o que devo fazer

    ResponderExcluir
  7. bulu olha meu papa capim por favor e mim diz q canto e o dele http://www.youtube.com/watch?v=LCBdeFCS1Ek valeu abraço parabens pelo site.

    ResponderExcluir
  8. tenho um pacapim coleira ele canta de tui tui puro canto curto para torneio e muita fibra

    ResponderExcluir